Será que é Glaucoma?

O Glaucoma é uma das doenças oculares que mais afetam a população, principalmente os mais idosos. Trata-se da principal causa de cegueira irreversível no mundo. Na sua forma mais comum, a doença surge lentamente, podendo levar anos até apresentar algum sintoma aparente. Por isso, sempre manter os exames preventivos em dia, é o melhor caminho para diagnosticar a doença.

 

O glaucoma tem como principal fator de risco o aumento da pressão intraocular. Também ocorre a compressão do nervo óptico e assim, a pessoa passa a ter dificuldades para enxergar e até mesmo perder a visão.

 

Existem alguns tipos de glaucoma:

 

  • Glaucoma de ângulo aberto (mais comum);
  • Glaucoma de ângulo fechado;
  • Glaucomas secundários (trauma ocular, uso de corticoides, diabetes, etc)
  • Glaucoma congênito.

 

Como saber que estou com glaucoma: conheça possíveis sintomas

O glaucoma é considerado uma doença perigosa, justamente porque os sintomas podem demorar a aparecer. Por isso, é preciso estar muito atento a pequenos sinais que podem indicar um possível problema. Além disso, como existem 4 tipos de glaucoma, cada um tem suas características específicas.

 

Veja alguns sinais que podem indicar esse tipo de problema:

 

  • Dificuldade para enxergar: A dificuldade para enxergar pode ser algo gradativo e também pode vir associado com a visão embaçada. Se isso acontece com frequência, procure um oftalmologista.
  • Perda da visão lateral: Também outro sintoma que já pode ser apresentado em um estado um pouco mais avançado. Se você já sentiu essa mudança, está na hora de buscar ajuda.
  • Dor súbita em um dos olhos: Esse sintoma é mais comum no tipo de glaucoma de ângulo fechado.

 

Fatores que influenciam no surgimento do glaucoma

Alguns fatores podem influenciar no surgimento do glaucoma, como o histórico familiar, ou seja, pode ser algo hereditário. Então, se alguém da família, como pais, irmãos ou avós têm a doença, vale fazer o exame preventivo.

 

A idade também é um quesito a ser levado em consideração quando se trata de glaucoma. Pessoas que estão acima dos 60 anos podem ter maiores chances de desenvolver a doença. Contudo, é importante ressaltar que ela pode aparecer antes.

 

Por fim, doenças como a diabetes e hipertensão também podem contribuir com o surgimento do glaucoma. Por isso, quando controladas, menores são as chances da doença se desenvolver.

 

Como é feito o diagnóstico?

Não é necessário aguardar que algum sintoma apareça para fazer a sua visita ao Oftalmologista. Por isso, preconizamos o exame oftalmológico completo de rotina anualmente.

 

Alguns exames que podem ajudar no diagnóstico da doença são:

  • Retinografia;
  • Campimetria;
  • Gonioscopia;
  • Tomografia de Coerência Óptica;
  • Tonometria;
  • Teste de Sobrecarga Hídrica;
  • Curva Tensional Diária.

 

Crie o hábito de realizar exames preventivos e assim, será mais fácil de tratar a doença, caso seja diagnosticado. Existem tratamentos que podem retardar a dificuldade de enxergar e até mesmo de evitar perdas visuais.

Nosso Endereço

Rua Padre João Manoel, 450, Cj 16 - CEP: 01411 000 - Jardins - Metrô Consolação